Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufersa.edu.br/handle/prefix/2377
metadata.dc.type: Trabalho de Conclusão de Curso
Title: Acessibilidade arquitetônica nos nove principais hospitais públicos na microrregião do vale do Açu
metadata.dc.creator: Fernandes, Rilka Cellys da Silva
metadata.dc.contributor.advisor1: Soares, Alessandra Miranda Mendes
metadata.dc.contributor.referee1: Forbeloni, Jacimara Villar
metadata.dc.contributor.referee2: Nóbrega, Marcilene Vieira da
metadata.dc.description.resumo: O referido trabalho tem como objetivo identificar e analisar os itens básicos de acessibilidade existentes nas edificações dos hospitais públicos na microrregião do Vale do Açu, Rio Grande do Norte, Brasil. A pesquisa trata-se de um estudo de caso, quali-quantitativo, realizado entre dezembro de 2018 a janeiro de 2019, para mapear o hospital público de cada um dos nove munícipios que compõe a microrregião estudada e verificar a presença de itens básicos de acessibilidade na edificação de cada um deles. Os dados foram coletados por meio de: visitas às nove unidades básicas; e questionários aplicados a seus funcionários e pacientes com alguma mobilidade reduzida ou deficiência física temporária ou permanente. Dos 20 (vinte) itens observados durante toda a análise, apenas um deles foi encontrado em todas as unidades visitadas, que são as rampas nas calçadas. Este resultado já é o suficiente para perceber e concluir que é inexistente a acessibilidade nas edificações de atendimento à saúde da microrregião do Vale do Açu. E que, portanto, existem barreiras físicas e arquitetônicas que comprometem o direito de acesso de muitas pessoas aos serviços públicos de saúde. A falta de conhecimento das pessoas a respeito da conceituação do tema, e a falta de fiscalização pela própria população e poderes instituídos contribuem para a existência desta inacessibilidade.
Abstract: This work aims to raise the basic accessibility items in public hospitals in the Vale in Açu microregion, Rio Grande do Norte, Brazil. The research is a qualitative and quantitative case study carried out between December 2018 and January 2019 to map the main public hospital of each of the nine municipalities that make up the micro-region studied and verify the presence of basic items of accessibility in the building of each one of them. Data were collected through: visits to nine basic units; and questionnaires applied to their employees and patients with some reduced mobility or physical disability (temporary or permanent). Of the 20 (twenty) items observed throughout the analysis, only one of them was found in all the units visited, which arethe ramps on the sidewalks. This result is enough to realize and conclude that there is no accessibility in the health care buildings of the microregion of the Vale in Açu. And that, therefore, there are physical and architectural barriers that compromise the right of access of many people to public health services. The lack of knowledge of the people about the conceptualization of the subject, and the lack of inspection by the population itself and of the instituted powers contribute to the existence of this inaccessibility.
Keywords: Acessibilidade arquitetônica
Hospital público
Saúde
Accessibility
Architectural
Public hospital
Cheers
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS EXATAS E DA TERRA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal Rural do Semi-Árido
metadata.dc.publisher.initials: UFERSA
metadata.dc.publisher.department: Centro Multidisciplinar de Angicos
Citation: Fernandes(2018) (FERNANDES, 2018)
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
URI: http://repositorio.ufersa.edu.br/handle/prefix/1911
http://repositorio.ufersa.edu.br/handle/prefix/2377
Issue Date: 20-Mar-2019
Appears in Collections:Ciência e Tecnologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
RilkaCSF_ART.pdf441.11 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.