Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufersa.edu.br/handle/prefix/2191
metadata.dc.type: Dissertação
Title: Quem mata e quem morre? Uma análise das representações sociais construídas sobre os sujeitos “vítima” e “criminoso” na rotina produtiva do blog “o câmera”
metadata.dc.creator: Lima, Higo da Silva
metadata.dc.contributor.advisor1: Brandão, Thadeu de Sousa
metadata.dc.contributor.referee1: Oliveira, Ludimilla Carvalho Serafim de
metadata.dc.contributor.referee2: Costa, Jean Henrique
metadata.dc.description.resumo: A sociedade contemporânea está imersa à explosão da rede mundial de computadores que, entre seus diversos impactos, viabilizou a pluralização de canais para a difusão de conteúdo produzidos e consumido simultaneamente por cidadãos (TARGINO, 2009). A prática jornalística é exemplo disso na medida em que perdeu seu domínio de autoridade na produção e disseminação de informação para outros agentes também produtores de conteúdo na Rede, fenômeno que pode ser explicado pela reflexão de Lèvy (2010). Esse fenômeno pode ser compreendido à luz da proliferação das Tecnologias de Informação e Comunicação - TIC’s, que impactou diretamente na dinâmica de consumo de mídias de modo a elevar o acesso às páginas da internet dedicadas à noticiabilidade de crimes, violência e desvio de condutas. Este trabalho busca lançar um olhar mais atento ao fenômeno das representações sociais expostos por Foucault (1987, 1995, 1999, 2005 e 2008) a partir das postagens sobre violência durante o período de uma semana virtual de conteúdo na página www.ocamera.com.br de modo a identificar a construção de sujeitos representados na narrativa jornalística enquanto “sujeitos vitimados” e “sujeitos criminosos” (MISSE, 2010). Para tanto, a “violência”, o “crime” e o “desvio” são arcabouços teóricos de fundamentados nos estudos de Muchemblend (2012), Martucelli (1999), Garland (2008) et al para compreender o fenômeno que se cruza com a mídia. A análise de conteúdo à luz da análise crítica do discurso, proporciona a concluir o papel central da mídia no agendamento do debate público, sobretudo em face da proliferação de dispositivos tecnológicos de informação e comunicação fomentando uma transformação na construção narrativa do jornalismo de modo a reafirmar representações social estratificadas dos sujeitos
Abstract: Society today is immersed into the explosion of the world wide web that, among its many impacts, enabled the pluralization of channels for the dissemination of content produced and consumed simultaneously by citizens (TARGINO 2009). The journalistic practice is certainly an example of that since it has lost its authority domain on the information production and dissemination for other staff which is also network content producers, this is a phenomenon that can be explained by Lèvy's reflection (2010). This phenomenon can be understood in the light of the proliferation of information and communication technologies -ICT's, which impacted directly on the dynamics of media consumption in order to increase access to internet pages dedicated to the newsworthiness of crimes, violence and unlawful conduct. This work aims to launch a closer look at the phenomenon of social representations exposed by Foucault (1987, 1995, 1999, 2005 and 2008) from the postings about violence during the period of a week of virtual content in www.ocamera.com.br in order to identify the construction of subject represented on the journalistic narrative as it is considered "victimized" and "criminals" (MISSE, 2010). Therefore, "violence", "crime" and the "unlawful conduct" are theoretical frameworks based on the studies of Muchemblend (2012), Martucelli (1999), Garland (2008) et al. to understand the phenomenon that intersects with the media. The content review in the light of critical discourse analysis allows us to have the right conclusion about the central role of the media in the scheduling of public debate, especially in face of the proliferation of information and communication technology devices which provide a changing in the narrative construction of journalism in order to reaffirm social stratified representations of the subject
Keywords: Mídia
Comunicação
Jornalismo
Violência
Crime
Representações Sociais
Media
Communication
Journalism
Violence
Crime
Social Representations
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal Rural do Semi-Árido
metadata.dc.publisher.initials: UFERSA
metadata.dc.publisher.department: Centro de Ciências Sociais Aplicadas e Humanas - CCSAH
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação Interdisciplinar em Cognição, Tecnologias e Instituições - PPGCTI
Citation: Citação com autor incluído no texto: Lima (2018) Citação com autor não incluído no texto: (LIMA, 2018)
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
URI: http://repositorio.ufersa.edu.br/handle/prefix/2191
Issue Date: 25-Sep-2018
Appears in Collections:MESTRADO EM COGNIÇÃO, TECNOLOGIAS E INSTITUIÇÕES

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
HigoSL_DISSERT.pdf2.77 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.