Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufersa.edu.br/handle/prefix/5353
metadata.dc.type: Dissertação
Title: A representação da violência ao peregrinar pelas ruas: estudo etnográfico com a população em situação de rua em mossoró-rn
metadata.dc.creator: Lira, Cindy Damaris Gomes
metadata.dc.contributor.advisor1: Brandão, Thadeu de Sousa
metadata.dc.contributor.referee1: Oliveira, Ludimilla Carvalho Serafim de
metadata.dc.contributor.referee2: Costa, Jean Henrique
metadata.dc.description.resumo: No cotidiano das mais diversas sociedades, são múltiplas as representações da violência. Em geral, esse fenômeno é atrelado negativamente à força, à execução material de um ato ou de um ditatório poder intencionalmente lesivo. Para analisá-lo é necessário imergir interdisciplinarmente nos contextos históricos e culturais de cada povo, compreendendo sua constituição e sua representação. Na conjuntura social hodierna, os critérios subjetivos de classificação, o simbolismo, o preconceito e a exclusão tácita (silenciosa) vieram à tona enquanto representações de violência. O que se tem percebido é a contribuição desse fenômeno ao sofrimento social, bem como ao agravamento da saúde. Diante disso, grupos laqueados por vulnerabilidades sociais são ainda mais propícios a sofrer com a violência e, igualmente, inclinados à prática de atos violentos como mecanismos de defesa. Um exemplo tácito de grupo vulnerável socialmente é a População em Situação de Rua (PSR), que, além da submissão à violência física, é marcada por uma violência estrutural com o estigma de criminalidade e desvio social. Este trabalho dissertativo tem como objetivo geral analisar o cotidiano da pessoa em situação de rua na cidade de Mossoró-RN, com ênfase em seu discurso em relação à violência. Constitui-se em um estudo etnográfico em que os sujeitos de pesquisa são pessoas que estão ou estiveram em situação de rua por um lapso temporal de no mínimo 6 (seis) meses. Os locais de pesquisa foram os logradouros da cidade de Mossoró- RN, bem como instituições assistenciais que albergam a PSR. Entre os instrumentos de coleta de dados, foram realizadas entrevistas semiestruturadas, observação, construção de diários de campo e quadros sinóticos. O conteúdo informativo construído foi sistematizado e analisado por microanálise etnográfica. Esse estudo atendeu aos requisitos de ética em pesquisa, sem gerar nenhum ônus aos participantes. Conclui-se que, diante do fenômeno da violência e da complexa forma de viver na rua, a intervenção da ciência, do Estado e da sociedade civil deve ser fomentada na reunião de vários setores e serviços. São os diferentes olhares, a interdisciplinaridade, sobre a mesma situação que poderão gerar benefícios e mudanças
Abstract: There are multiple representations of violence in the daily life of the most diverse societies. In general, the phenomenon of violence is negatively linked to force, the material execution of an act or a dictatorial power intentionally injurious. In order to analyze the violence phenomenon it is necessary to immerse itself interdisciplinarily in historical and cultural contexts of each people, understanding how this phenomenon is constituted and represented. In today's social conjuncture, subjective criteria of classification, symbolism, prejudice, and tacit (silent) exclusion have surfaced as representations of violence. What has been perceived is the contribution of this phenomenon to social suffering, as well as to the aggravation of health. Faced with this, groups lined by social vulnerabilities are even more likely to suffer from violence, and equally inclined to practice violent acts as defense mechanisms. One tacit example of a socially vulnerable group is the Population in a Street Situation (PSR), which, in addition to submission to physical violence, is marked by structural violence with the stigma of crime and social deviance. This dissertation aims to analyze the daily life of the person in a street situation in the city of Mossoró-RN, with emphasis on his discourse on violence. It is an ethnographic study in which the subjects of research are people are or have been in a street situation for a time span of at least 6 (six) months. The research sites were the avenues of the city of Mossoró-RN, as well as welfare institutions that house the PSR. Data collection instruments included semi-structured interviews, observation, construction of field diaries and synoptic tables. The information content constructed was systematized and analyzed by Ethnographic Microanalysis. This study met the requirements of research ethics, without generating any burden to the participants
Keywords: Representação de violência,
População em situação de rua
Etnografia
Violence representation,
Population in street situation,
Ethnography
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS SOCIAIS APLICADAS
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal Rural do Semi-Árido
metadata.dc.publisher.initials: UFERSA
metadata.dc.publisher.department: Centro de Ciências Sociais Aplicadas e Humanas - CCSAH
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação Interdisciplinar em Cognição, Tecnologias e Instituições - PPGCTI
Citation: Citação com autor incluído no texto: Lira (2019) Citação com autor não incluído no texto: (LIRA, 2019)
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
URI: http://repositorio.ufersa.edu.br/handle/prefix/5353
Issue Date: 31-Jul-2019
Appears in Collections:MESTRADO EM COGNIÇÃO, TECNOLOGIAS E INSTITUIÇÕES

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
CindyDGL_DISSERT.pdf3.32 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.