Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufersa.edu.br/handle/tede/595
metadata.dc.type: Tese
Title: Lixiviação e persistência de ametryn em solos da região canavieira do nordeste brasileiro
metadata.dc.creator: Silva, Kaliane de Souza
metadata.dc.contributor.advisor1: Freitas, Francisco Cláudio Lopes de
metadata.dc.contributor.advisor-co1: Braga, Daniely Formiga
metadata.dc.contributor.advisor-co2: Dombroski, Jeferson Luiz Dallabona
metadata.dc.contributor.referee1: Moura Filho, Edmondson Reginaldo
metadata.dc.contributor.referee2: Silva, Daniel Valadão
metadata.dc.description.resumo: O uso de herbicidas sem os conhecimentos básicos de suas interações com o solo e clima representa alto risco de contaminação ambiental e redução da biodiversidade. Para evitar esses problemas é fundamental compreender a dinâmica do herbicida no solo. Dois experimentos foram conduzidos, visando avaliar a dinâmica do ametryn em cinco solos da região canavieira do Nordeste brasileiro: Neossolo Quartzarênico; Argissolo; Espodossolo; Latossolo e Cambissolo. O primeiro experimento avaliou-se a lixiviação do ametryn nos referidos solos por meio de bioensaios e cromatografia líquida. Observou-se que a lixiviação do herbicida foi influenciada pelas características físico-químicas dos solos, apresentando a seguinte sequência de potencial de lixiviação: Neossolo Quartzarênico> Latossolo> Argissolo> Cambissolo> Espodossolo e que o Neossolo Quartzarênico apresentou maior concentração do ametryn na camada de 5 a 10 cm de profundidade, indicando possibilidade de perda da eficiência agronômica e contaminação de águas subterrâneas. O segundo experimento avaliou-se a persistência do ametryn nos solos mencionados por meio de bioensaios e cromatografia líquida. Observou-se que a persistência do herbicida variou em função dos atributos físicos e químicos dos solos, com meia-vida (t½) de 49 dias para o Neossolo Quartzarênico, 35 dias para o Argissolo, 28 dias para Espodossolo, Latossolo e Cambissolo. Sintomas visuais de intoxicação causados pelo ametryn ocorreram até aos 133 dias para o Neossolo Quartzarênico e Espodossolo, 168 dias para o Argissolo, Latossolo e Cambissolo
Abstract: The use of herbicides without the basic knowledge of their interactions with soil and climate is a high risk of environmental contamination and loss of biodiversity. To avoid these problems is essential to understand the dynamics of the herbicide in the soil. Two experiments were conducted to evaluate the dynamics of ametryn in five soils of sugar cane region of Northeast Brazil: Quartzipsamment; Ultisol; Spodosol; Oxisol and Cambisol. The first experiment evaluated the leaching ametryn in said soil by means of liquid chromatography and bioassay. It was observed that the leaching of the herbicide was influenced by the physicochemical characteristics of the soil, with the following leaching potential sequence: Quartzipsamment> Oxisol> Ultisol> Cambisol> Spodosol and the Quartzipsamment showed higher concentration of ametryn the layer 5 to 10 cm deep, indicating possible loss of agronomic efficiency and contamination of groundwater. The second experiment evaluated the persistence of ametryn in soils mentioned by bioassays and liquid chromatography. It was noted that the persistence of the herbicide varied depending on the physical and chemical properties of the soil, with a halflife (t ½) of 49 days to Quartzipsamment, 35 days for Ultisol, 28 days for Spodosol, Oxisol and Cambisol. Intoxication visual symptoms caused by ametryn occurred up to 133 days to Quartzipsamment and Spodosol, 168 days for Ultisol, Oxisol and Cambisol
Keywords: Herbicida
Dinâmica
Bioensaio
Cromatografia líquida
Herbicide
Dynamic
Bioassay
Liquid chromatography
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal Rural do Semi-Árido
metadata.dc.publisher.initials: UFERSA
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-graduação em Fitotecnia
Citation: SILVA, Kaliane de Souza. Lixiviação e persistência de ametryn em solos da região canavieira do nordeste brasileiro. 2016. 72 f. Tese (Doutorado) - Curso de Pós-graduação em Fitotecnia, Universidade Federal Rural do Semi-Árido, Mossoró, 2016.
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
URI: http://repositorio.ufersa.edu.br/handle/tede/595
Issue Date: 25-Feb-2016
Appears in Collections:DOUTORADO EM FITOTECNIA

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
KalianeSS_TESE.pdf1.92 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.