Análise dos aspectos entoacionais em orações declarativas simples na fala espontânea

Resumo

Os diferentes padrões entoacionais usados pelos falantes indicam distinções comunicativas. Por isso, a análise das formas entoacionais contempla a função gramatical nas modalidades interrogativa, declarativa, imperativa e exclamativa. A produção de tais enunciados é marcada por variações entoacionais que são dependentes de língua e, ainda, numa mesma língua, dependentes do dialeto em que é falado. Nesse sentido, temos o objetivo de apresentar uma análise dos aspectos entoacionais em orações declarativas simples na fala espontânea. Para a pesquisa, utilizamos o método dedutivo hipotético, pois partimos da premissa de que os contornos finais dos enunciados declarativos na língua portuguesa são descendentes, analisamos a intensidade e a frequência do contorno final em sentenças das palavras oxítonas e paroxítonas pronunciada por mulheres numa faixa de 20 a 30 anos. Fizemos um estudo bibliográfico onde foram utilizados os autores Barbosa (2019, 2012), Barbosa e Madureira (2015), Masip (2014), Luciana Lucente (2008), Cristófaro (2019), Cunha e Cintra (2016). Em seguida o levantamento de dados, classificamos as sílabas dos contornos finais e uma análise estatística feita no software Jamovi.


Descrição
Citação