Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufersa.edu.br/handle/prefix/3134
metadata.dc.type: Trabalho de Conclusão de Curso
Title: Avaliação dos parâmetros físico-químicos e zootécnicos no cultivo do camarão marinho Litopenaeus vannamei em viveiros tipo estufa
metadata.dc.creator: Medeiros, Silvestre Braga de
metadata.dc.contributor.advisor1: Bessa Júnior, Ambrósio Paula
metadata.dc.contributor.referee1: Martins, Pedro Carlos Cunha
metadata.dc.contributor.referee2: Morais, Jefferson Alves de
metadata.dc.description.resumo: Durante o período experimental se avaliou os parâmetros físico-químicos e zootécnicos da criação do camarão marinho Litopenaeus vannamei em viveiros tipo estufa com três tratamentos distintos baseados em diferentes densidade de estocagem sendo 105 em viveiro 1 ou V1, 70 em viveiro 2 ou V2 e 111 camarões.m-2 no viveiro 3 ou V2, em um período máximo de cultivo de 43 dias. As variáveis físico-químicas avaliadas foram temperatura, oxigênio dissolvido (OD), salinidade, potencial hidrogeniônico (pH), amônia, nitrito e nitrato, onde dentre estes apenas o nitrito apresentou diferença significativa entre os tratamentos em um período curto de tempo. A sobrevivência em V1 foi reduzida em relação aos demais tratamentos. Provavelmente isso se deu devido a problemas estruturais das estufas, seguido de precipitação pluviométrica que acarretaram em variações de temperatura e salinidade, influenciando assim diretamente na produção/produtividade e no Fator de Conversão Alimentar Aparente (FCAA). Não foi possível observar um bom efeito compensatório no crescimento dos animais nos tratamentos, fato esse provavelmente devido a baixa salinidade. O tratamento V2 obteve melhores ganhos de peso, peso final, produção e produtividade em relação aos demais tratamentos, provavelmente devido sua baixa densidade. Dessa forma, os resultados em V2 foram mais satisfatórios.
Abstract: During the experimental period the physico-chemical and zootechnical parameters of the Litopenaeus vannamei shrimp were evaluated in three different treatments based on different storage densities: 105 in nursery 1 or V1, 70 in nursery 2 or V2 and 111 prawns.m-2 in nursery 3 or V2, in a maximum cultivation period of 43 days. The physico-chemical variables evaluated were temperature, dissolved oxygen (OD), salinity, hydrogen ionic potential (pH), ammonia, nitrite and nitrate, among which only nitrite presented a significant difference between treatments in a short period of time. Survival in V1 was reduced in relation to the other treatments. Probably this was due to structural problems of the greenhouses, followed by rainfall precipitation that led to variations in temperature and salinity, thus directly influencing the production / productivity and the Apparent Food Conversion Factor (FCAA). It was not possible to observe a good compensatory effect on the growth of the animals in the treatments, a fact probably due to low salinity. The V2 treatment obtained better gains in weight, final weight, yield and productivity in relation to the other treatments, probably due to its low density. In this way, the results in V2 were more satisfactory.
Keywords: Camarão
Densidade
Estufa
Salinidade
Densities
Greenhouse
Salinity
Shrimp
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS::RECURSOS PESQUEIROS E ENGENHARIA DE PESCA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal Rural do Semi-Árido
metadata.dc.publisher.initials: UFERSA
metadata.dc.publisher.department: Centro de Ciências Agrárias - CCA
Citation: Medeiros (2019) (MEDEIROS, 2019)
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
URI: http://repositorio.ufersa.edu.br/handle/prefix/1646
http://repositorio.ufersa.edu.br/handle/prefix/3134
Issue Date: 20-Mar-2019
Appears in Collections:Engenharia de Pesca

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
SilvestreBN_MONO.pdf555.92 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.