Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufersa.edu.br/handle/prefix/3219
metadata.dc.type: Trabalho de Conclusão de Curso
Title: Flutuação temporal na abundância de aves oportunistas em um ambiente semiárido: a dinâmica das chuvas molda os padrões de abundância?
metadata.dc.creator: Brito, Saulo Sidarta Henrique de
metadata.dc.contributor.advisor1: França, Leonardo Fernandes
metadata.dc.contributor.referee1: Passos, Daniel Cunha
metadata.dc.contributor.referee2: Machado, Milena Wachlevski
metadata.dc.description.resumo: A dinâmica das chuvas molda a abundância temporal e espacial dos recursos na paisagem e representa o fator mais importante para explicar padrões de abundância de aves oportunistas em ambientes sazonalmente secos. Entretanto, ainda não se sabe em que extensão a sazonalidade das chuvas molda a abundância de aves oportunistas nestes ambientes. Utilizamos análises de séries temporais em um conjunto de três anos de dados (2013-2015) de quatro espécies de Columbiformes terrestres (Columbina minuta, Columbina passerina, Columbina picui e Columbina talpacoti) para entender se havia sazonalidade nos padrões de abundância de aves oportunistas e como o volume das chuvas afeta a abundância destas aves. Hipotetizamos que 1- os padrões de abundância de aves oportunistas são sazonais e seguem a sazonalidade das chuvas e 2- a abundância anual de aves oportunistas é positivamente influenciada pela intensidade das chuvas. Obtivemos 675 registros da assembleia de Columbiformes. A precipitação foi baixa e semelhante entre os anos amostrados, coincidindo com a estiagem regional mais severa dos últimos 30 anos. A chuva se comportou de maneira sazonal, porém a abundância das columbinas não variou sazonalmente. Apesar disto, as abundâncias de C. minuta e C. passerina foram influenciadas positivamente pelas chuvas ocorridas há 28 dias, C. picui respondeu positivamente às chuvas ocorridas há três meses, atingindo o pico de abundância durante a estiagem, enquanto a abundância de C. talpacoti não refletiu a dinâmica das chuvas. Em ambientes tropicais secos, a imprevisibilidade climática pode gerar distúrbios ecológicos capazes de limitar as reservas alimentares. Isso é capaz de atuar sobre as populações, moldando os padrões temporais de abundância, tornando-os menos previsíveis. Mesmo sendo congenéricas, as columbinas apresentaram respostas distintas em função da dinâmica das chuvas, evidenciando que as aves oportunistas em ambientes semiáridos podem desenvolver diferentes estratégias comportamentais para lidar com a dinâmica das chuvas.
Abstract: Não possui
Keywords: Columbina
Dinâmica temporal
Nomadismo
Sazonalidade
Semiárido
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal Rural do Semi-Árido
metadata.dc.publisher.initials: UFERSA
metadata.dc.publisher.department: Centro de Ciências Biológicas e da Saúde - CCBS
Citation: Brito (2019) (BRITO, 2019)
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
URI: http://repositorio.ufersa.edu.br/handle/prefix/1704
http://repositorio.ufersa.edu.br/handle/prefix/3219
Issue Date: 20-Feb-2019
Appears in Collections:Ecologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
SauloSHB_MONO.pdf601.66 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.