Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufersa.edu.br/handle/prefix/3224
metadata.dc.type: Trabalho de Conclusão de Curso
Title: Padrão temporal de muda de penas e reprodução em aves de um ambiente semiárido neotropical
metadata.dc.creator: Morais, Rayanison Dagner da Costa
metadata.dc.contributor.advisor1: França, Leonardo Fernandes
metadata.dc.contributor.referee1: Passos, Daniel Cunha
metadata.dc.contributor.referee2: Machado, Milena Wachlevski
metadata.dc.description.resumo: A reprodução e a muda de penas, são atividades importantes na rotina anual das aves e exigem um alto investimento energético para sua realização. Por isso, por vezes os indivíduos tendem a adotar estratégias de execução para ambas as atividades, ajustando o tempo, a duração, e a intensidade da reprodução e da muda, a fim de não sobrepor estas atividades energeticamente custosas, e não comprometer o seu desenvolvimento e a sua sobrevivência atual e/ou futura. Desta forma, buscamos entender o padrão individual de realização das atividades do ritmo anual (reprodução e muda de penas) em Aves de um ambiente semiárido Neotropical. O estudo foi realizado em um remanescente de Caatinga, uma das maiores florestas neotropicais secas do mundo, de Janeiro de 2013 a Dezembro de 2017. Utilizamos um conjunto de dados contendo informações de Janeiro de 2015 a Dezembro de 2017, para responder, de forma detalhada, como acontece a muda de diferentes conjuntos de penas, em Coryphospingus pileatus (Maria-Fita). Nossos resultados revelaram que, na maioria dos indivíduos avaliados, a reprodução é seguida pela troca de penas das rêmiges. 86% dos indivíduos trocam as penas numa sequência proximal, a qual inicia-se desde a pena mais interna (P1), seguindo até a mais externa (P10). Mais de 10% dos indivíduos sobrepuseram a reprodução com a muda de penas, estando estas sempre associadas a penas de baixo custo para o voo. De modo geral, a muda acontece de forma pouco intensa, com os indivíduos trocando de uma a três penas por vez. Nossos registros de sequência temporal de eventos para C. pileatus, sugerem que sob sazonalidade elevada, seus indivíduos primeiro reproduzem e em seguida realizam a muda de penas primárias internas e externas, seguindo o padrão previsto em estudos teóricos. De modo geral, as características ambientais as quais as aves estão submetidas, influenciam fortemente suas estratégias temporais de sequência de atividades. Nosso estudo foi capaz de avaliar como tais atividades acontecem a nível individual, o que possibilitou corroborar, de forma empírica, as previsões teóricas e os pressupostos adotados que ainda não haviam sido comprovados.
Abstract: Não possui
Keywords: Caatinga
Estratégias individuais
Gasto energético
Reprodução
Muda de penas
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal Rural do Semi-Árido
metadata.dc.publisher.initials: UFERSA
metadata.dc.publisher.department: Centro de Ciências Biológicas e da Saúde - CCBS
Citation: Morais (2018) (MORAIS, 2018)
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
URI: http://repositorio.ufersa.edu.br/handle/prefix/1388
http://repositorio.ufersa.edu.br/handle/prefix/3224
Issue Date: 17-Sep-2018
Appears in Collections:Ecologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
RayanisonDCM_MONO.pdf1.13 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.