Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufersa.edu.br/handle/prefix/5194
metadata.dc.type: Dissertação
Title: Implementação de uma interface adaptativa para um sistema de apoio a pacientes com diabetes
metadata.dc.creator: Freitas, Alexandre Adler Cunha de
metadata.dc.contributor.advisor1: Mendes Neto, Francisco Milton
metadata.dc.contributor.referee1: Castro, Angélica Félix de
metadata.dc.contributor.referee2: Diniz, Juliana Regueira Basto
metadata.dc.description.resumo: Com os avanços tecnológicos, hoje em dia, o tratamento e o acompanhamento de doenças como a Diabetes ficaram mais cômodos para o médico e o paciente, sendo possível ter um controle sobre informações das taxas glicêmicas e acompanhar o histórico da evolução do tratamento da doença por meio de vários sistemas disponíveis. Porém, as interfaces homem-computador desenvolvidas para esses sistemas são muitas vezes projetadas supondo que elas serão utilizadas por pessoas sadias, que possuem habilidades perceptivas e cognitivas normais, e que estão em um ambiente confortável e estável. Logo, qualquer desvio desses “padrões” pode dificultar a utilização desses sistemas. Um outro complicador é o fato de que, em geral, os usuários não possuem muita familiaridade com as tecnologias, o que dificulta o entendimento e a navegação nesses sistemas. Logo, a criação de uma interface adaptativa se torna viável para amenizar esse problema. Diante do exposto, o presente estudo objetivou implementar uma interface adaptativa para o MobiLEHealth, possibilitando-o se adaptar de forma dinâmica às necessidades dos usuários com doença crônica, em específico usuários com Diabetes que utilizam o sistema, com foco em suas dificuldades/limitações. Para isso, foi realizado um mapeamento das características/dificuldades associadas a estes pacientes. Os resultados deste mapeamento foram representados em uma ontologia. A partir da ontologia criada sobre as características/dificuldades dos usuários com Diabetes e uso de um sistema multiagente, a solução desenvolvida permite escolher e aplicar de forma automática ações de adaptação na interface, de forma a atender às necessidades dos usuários. Para validação, realizou-se aplicação de um roteiro de testes com os especialistas ligados à área da saúde na interface. As informações foram obtidas por meio de questionários desenvolvidos seguindo a metodologia TAM. Os resultados mostram que os profissionais indicam que a interface adaptativa apresenta potencial para conseguir alcançar os objetivos que foram propostos, não só para pacientes com Diabetes, mas também para pessoas com algum tipo dificuldade
Abstract: With the technological advances, the treatment and follow-up of diseases such as Diabetes have now become more comfortables for the physician and the patient, being possible to control glycemic rate information and follow the history of the evolution of the treatment of the disease by various systems available. However, the human-computer interfaces developed for these systems are often projected on the assumption that they will be used by healthy people, who have normal perceptual and cognitive abilities, and who are in a comfortable and stable environment. Therefore, any deviation from these "standards" may hinder the use of these systems. Another complicating factor is the fact that, in general, users are not very familiar with the technologies, which makes it difficult to understand and navigate these systems. Therefore, the creation of an adaptive interface becomes feasible to soften this problem. In view of the above, the present study aimed to implement an adaptive interface for MobiLEHealth, allowing it to adapt dynamically to the needs of users with chronic disease, specifically users with Diabetes who use the system, focusing on their difficulties/limitations. For this, a mapping of the characteristics/difficulties associated to these patients was carried out. The results of this mapping were represented in an ontology. Based on the ontology created on the characteristics/difficulties of users with Diabetes and the use of a multi-agent system, the developed solution allows to automatically choose and apply adaptation actions in the interface, in order to meet the needs of the users. For validation, a test script was applied with specialists related to the health area at the interface. The information was obtained through questionnaires developed following TAM methodology. The results show that professionals indicate that the adaptive interface has the potential to achieve the goals that were proposed, not only for patients with Diabetes, but also for people with some type of difficulty
Keywords: MobiLEHealth
Interface Adaptativa
Acessibilidade Web
Informática Médica
Ontologias,
Diabetes
MobiLEhealth
Adaptive Interface
Web Accessibility
Medical Informatics
Ontologies
Diabetes
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS EXATAS E DA TERRA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal Rural do Semi-Árido
metadata.dc.publisher.initials: UFERSA
metadata.dc.publisher.department: Centro de Ciências Exatas e Naturais - CCEN
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Ciência da Computação
Citation: Citação com autor incluído no texto: Freitas (2019) Citação com autor não incluído no texto: (FREITAS, 2019)
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
URI: http://repositorio.ufersa.edu.br/handle/prefix/5194
Issue Date: 29-May-2019
Appears in Collections:MESTRADO EM CIÊNCIA DA COMPUTAÇÃO

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
AlexandreACF_DISSERT.pdf22.1 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.