Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufersa.edu.br/handle/prefix/5323
metadata.dc.type: Dissertação
Title: Avaliação dos parâmetros inflamatórios em asininos (equus asinus africanus) submetidos a orquiectomia
metadata.dc.creator: Rodrigues, Luan Aragão
metadata.dc.contributor.advisor1: Barreto Júnior, Raimundo alves
metadata.dc.contributor.referee1: Costa, Wirton Peixoto
metadata.dc.contributor.referee2: Sousa, Rejane dos Santos
metadata.dc.description.resumo: Objetivou-se avaliar os parâmetros inflamatórios em asininos (Equus asinus africanus) submetidos a técnica de orquiectomia fechada pelo acesso escrotal e por uma nova abordagem (paraescrotal). Foram utilizados doze asininos divididos em dois grupos: grupo 1(GI) realizou a técnica de orquiectomia através do acesso cirúrgico paraescrotal e, grupo 2 (GII) foi realizada a técnica de orquiectomia pelo acesso escrotal (convencional). As avaliações pós-operatórias consistiram em avaliação macroscópica da ferida cirúrgica, parâmetros hematológicos e do líquido peritoneal, que ocorreram em ambos os grupos nos momentos (M): M0 (antes do procedimento cirúrgico), e os demais momentos após a cirurgia, M12 (doze horas), M24 (vinte e quatro horas), M48 (quarenta e oito horas), M72 (setenta e duas horas), M8D (oito dias) e M16D (dezesseis dias). As feridas cirúrgicas foram avaliadas de acordo com o sangramento e a intensidade do edema escrotal. Foram realizados exames hematológicos, físico-químicos e bioquímicos do líquido peritoneal. As técnicas utilizadas não geraram resposta inflamatória sistêmica importante a ponto de serem detectadas pelo leucograma e dosagem do fibrinogênio. No líquido peritoneal não foram observadas diferenças entre os grupos. A técnica paraescrotal proposta exigiu maior tempo de cirurgia, porém promoveu menor sangramento, menor edema e cicatrização mais rápida.
Abstract: The aim of this study was to evaluate the inflammatory parameters in donkeys (Equus asinus africanus) submitted to closed orchiectomy technique by scrotal access and a new approach (paraescrotal). Twelve donkeys were divided into two groups: group 1 (GI) performed the orchiectomy technique through the para-scrotal surgical access and group 2 (GII) performed the orchiectomy technique using the scrotal access (conventional). Postoperative evaluations consisted of macroscopic evaluation of the surgical wound, hematological parameters and peritoneal fluid, which occurred in both groups at moments (M): M0 (before the surgical procedure), and the other moments after surgery, M12 ( twelve hours), M24 (twenty four hours), M48 (forty eight hours), M72 (seventy two hours), M8D (eight days) and M16D (sixteen days). Surgical wounds were evaluated according to bleeding and scrotal edema intensity. Hematological, physicochemical and biochemical examinations of the peritoneal fluid were performed. The techniques used did not generate an important systemic inflammatory response to the point of detection by leukogram and fibrinogen dosage. In peritoneal fluid no differences were observed between groups. A para-scrotal technical proposal requires longer surgery, but promotes less bleeding, less edema and faster healing.
Keywords: Inflamação
Jumentos
Líquido peritoneal
Abordagem cirúrgica
Castração
Inflammation
Donkeys
Peritoneal fluid
Surgical approach
Castration
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS AGRARIAS
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal Rural do Semi-Árido
metadata.dc.publisher.initials: UFERSA
metadata.dc.publisher.department: Centro de Ciências Agrárias - CCA
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-Graduação em Ciência Animal
Citation: Citação com autor incluído no texto: Rodrigues (2019) Citação com autor não incluído no texto: (RODRIGUES, 2019)
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
URI: http://repositorio.ufersa.edu.br/handle/prefix/5323
Issue Date: 19-Dec-2019
Appears in Collections:MESTRADO EM CIÊNCIA ANIMAL

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
LuanAR_DISSERT.pdf1.16 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.