Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufersa.edu.br/handle/prefix/5677
metadata.dc.type: Trabalho de Conclusão de Curso
Title: Avaliação da água disponível no solo utilizando diferentes pontos de tensão na curva de retenção de água
metadata.dc.creator: Braga, Elton Dannilo Carvalho
metadata.dc.contributor.advisor1: Maia, Celsemy Eleutério
metadata.dc.contributor.referee1: Maia, Celsemy Eleutério
metadata.dc.contributor.referee2: Pordeus, Roberto Vieira
metadata.dc.contributor.referee3: Nogueira, Dayanne Támela Soares
metadata.dc.description.resumo: Nos últimos anos, a agricultura brasileira passou por profundas transformações, essas mudanças ocorreram através do melhoramento vegetal, do controle químico e biológico de pragas, da modernização do maquinário agrícola e principalmente na utilização de sistemas de irrigação. Essas modificações possibilitaram a expansão das áreas agrícolas e trouxeram maiores ganhos de produtividade as lavouras. É indispensável para um correto dimensionamento e planejamento da irrigação o conhecimento da curva de retenção de água no solo. Essa curva relaciona a umidade do solo com a tensão com a qual a água está retida. Este trabalho tem por objetivo avaliar a água disponível do solo usando diferentes pontos de tensão na curva de retenção de água. Foram analisados grupos de tensões de tamanho igual a cinco para os horizontes Ap e B22 para amostras de solos com estrutura deformadas e indeformadas, em que foram estimados os parâmetros θr, θs, α, n e m da curva de van Genuchten (1980) com o auxílio da ferramenta Solver um suplemento do Microsoft Excel que permite calcular equações não lineares através do cálculo de interações. As tensões que melhor se ajustaram ao modelo foram avaliadas pelo quadrado médio dos desvios (MSD). Verificou-se que: (a) a escolha das tensões influenciou a quantidade de água disponível no solo, aumentando ou diminuindo seu valor. (b) a ausência da tensão de 1,5 MPa na obtenção da curva de retenção de água alterou a quantidade de água disponível nos horizontes estudados. (c) as tensões de 0,0005; 0,001; 0,006; 0,033 e 1,5 MPa foram as que apresentaram melhor ajuste para o horizonte Ap de estrutura deformada; (d) as tensões de 0,0005; 0,006; 0,01; 0,07 e 1,5 MPa foram as que apresentaram melhor ajuste para o horizonte Ap de estrutura indeformada; (e) as tensões de 0,0005; 0,01; 0,033; 0,07 e 1,5 Mpa foram as que apresentaram melhor ajuste para o horizonte B22 de estrutura deformada; (f) as tensões de 0,001; 0,003; 0,006; 0,01 e 1,5 Mpa foram as que apresentaram melhor ajuste para o horizonte B22 de estrutura indeformada. Os resultados mostram que há possibilidade de construção da curva de retenção de água com uma quantidade reduzida de valores de tensões.
Abstract: In recent years, Brazilian agriculture has undergone profound changes, these changes occurred through plant breeding, chemical and biological pest control, modernization of agricultural machinery and especially in the use of irrigation systems. These changes enabled the expansion of agricultural areas and brought major productivity gains crops. It is essential for correct sizing and planning of irrigation knowledge of water retention characteristic curve in the soil. This curve is related to the soil moisture tension with which the water is retained. This study aims to evaluate the achievement of the water retention curve through the mathematical model proposed by van Genuchten (1980). Thirty were analyzed and five groups size tension equal to five for Ap and B22 horizons for soil samples with deformed and undeformed structure, where θr parameters were estimated θs, α or with the aid of the Solver tool a supplement Microsoft Excel for calculating nonlinear equations through interactions calculation. The tensions that best fit the model were evaluated by the mean square deviations (MSD). It was found that: (a) the choice of tensions influenced the amount of water available in the soil, increasing or decreasing its value. (b) the absence of tension of 1.5 MPa to obtain the water retention curve changes the amount of water available in the studied horizons. (b) tension 0.0005; 0.001; 0.006; 0.033 and 1.5 MPa showed the best fit to the horizon Ap the deformed structure; (c) tension 0.0005; 0.006; 0.01; 0.07 and 1.5 MPa showed the best fit to the horizon Ap the undeformed structure; (d) tension 0.0005; 0.01; 0.033; 0.07 and 1.5 MPa showed the best fit to the horizon B22 deformed structure; (e) tension 0.001; 0.003; 0.006; 0.01 and 1.5 MPa showed the best fit to the horizon B22 undeformed structure. The results show that there is possibility of constructing the water retention curve with a reduced amount of stress values.
Keywords: Agricultura
irrigação
curva de retenção
água disponível
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::ENGENHARIAS
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal Rural do Semi-Árido
metadata.dc.publisher.initials: UFERSA
metadata.dc.publisher.department: Centro de Engenharias - CE
Citation: (BRAGA, 2020)
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
URI: http://repositorio.ufersa.edu.br/handle/prefix/5677
Issue Date: 6-Feb-2020
Appears in Collections:Engenharia Agrícola e Ambiental

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
EltonDCB_MONO.pdf482.07 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.