Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufersa.edu.br/handle/prefix/5912
metadata.dc.type: Trabalho de Conclusão de Curso
Title: Obtenção do destilado da banana nanica a partir de alambique confeccionado com material alternativo
metadata.dc.creator: Sampaio, Cássio Alves Pereira
metadata.dc.contributor.advisor1: Santos, Damilson Ferreira dos
metadata.dc.contributor.referee1: Lima, Lêda Maria Oliveira de
metadata.dc.contributor.referee2: Silva, Roberta Pereira da
metadata.dc.description.resumo: O destilado (cachaça) é uma das bebidas mais consumidas no Brasil e no mundo, em virtude do seu sabor, aroma e teor alcoólico característicos. Sendo patrimônio material do Brasil com mais de 45 mil produtores, com uma grande dependência da cana-de-açúcar como fonte de matéria-prima para produção do destilado, onde a safra ocorre a cada 6 meses ao ano, esta situação faz com que os produtores sejam dependentes desta fonte ou procurem utilizar outras fontes de matéria-prima para suprir a demanda do mercado consumidor. A banana tem grande potencial para suprir essa carência das destilarias de grande e pequeno porte, com viabilidade de uso nos alambiques e baixo custo para processamento, uma vez que o maior consumidor deste fruto é o consumidor interno e seu consumo se dá, em grande parte, in natura o que gera desperdício, podendo este ser minimizado com melhor destinação da fração desperdiçada do fruto para as destilarias de grande, pequeno porte ou microempreendedores tornando-se uma alternativa para as destilarias, uma vez que o seu teor de açúcares em estado maduro pode chegar a 20°Brix. O presente trabalho tem como objetivo a viabilização da produção do destilado da banana nanica através de alambique confeccionado com materiais alternativos viabilizando a produção para microempreendedores e diminuindo o desperdício deste fruto, sem perdas de sabor, qualidade e aroma do destilado, agregando valor ao produto e rentabilidade para o empreendedor. Para o preparo do mosto da banana nanica foi feita a trituração do fruto com liquidificador convencional. No ajuste do grau Brix adicionou-se água destilada para evitar contaminação, seguido de um posterior tratamento térmico, onde o mosto foi colocado em uma dorna confeccionada com material alternativo e inerte. No processo de fermentação foi utilizado o fermento selecionado CA-11 da espécie saccharomyces cerevisiae devido sua rapidez, mais aroma extraído do fruto, baixa formação de espuma, baixa acidez e baixa formação de produtos secundários não desejáveis na fermentação, sendo feita a fermentação pelo método airlock, o processo ocorrendo em torno de 18 a 24 horas a partir do término da alimentação. A destilação feita por alambique confeccionado com materiais alternativos, termômetro de haste para controle da temperatura interna do vinho, panela de aço inox devido o material ser inerte, não interagindo com o vinho da banana nanica, tubulação de cobre, com espessura de 3/8’’ e comprimento total de 4,5 metros, para confeccionar a serpentina e trechos retos, sendo o cobre material mais utilizado nos alambiques devido sua condutividade térmica e catalisação, transformando compostos indesejáveis em compostos desejáveis, reduzindo a formação de tiossulfatos causadores do mau odor, entre outros. O destilado obtido, fração coração, teve graduação alcoólica de 40°GL, o que está dentro das especificações do ministério da agricultura.
Keywords: Banana nanica
Pé-de-cuba
Fermentação
Destilado
Materiais alternativos
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS EXATAS E DA TERRA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal Rural do Semi-Árido
metadata.dc.publisher.initials: UFERSA
metadata.dc.publisher.department: Centro Multidisciplinar de Angicos
Citation: Sampaio (2020) (SAMPAIO, 2020)
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
URI: http://repositorio.ufersa.edu.br/handle/prefix/5912
Issue Date: 9-Dec-2020
Appears in Collections:Ciência e Tecnologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
CássioAPS_ART.pdf742.13 kBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.