Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufersa.edu.br/handle/prefix/6522
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.contributor.authorSantiago, Deymisson de Sousa-
dc.contributor.advisor1Silva, Jusciane da Costa e-
dc.contributor.referee1Silva, Jusciane da Costa e-
dc.contributor.referee2Sousa, Lazaro Luis de Lima-
dc.contributor.referee3Batista, Francisco Bismak Freire-
dc.date.accessioned2021-08-10T12:01:10Z-
dc.date.available2021-08-10-
dc.date.available2021-08-10T12:01:10Z-
dc.date.issued2021-06-01-
dc.identifier.citationCitação com autor incluído no texto: Silva (2021) Citação com autor não incluído no texto: (SILVA, 2021)pt_BR
dc.identifier.urihttps://repositorio.ufersa.edu.br/handle/prefix/6522-
dc.description.resumoCom o surgimento da pandemia, a comunidade mundial foi obrigada a tomar medidas emergenciais para preservação de vidas, e para isso, no primeiro momento, foi interrompido praticamente todas as atividades presenciais não essenciais e as essenciais funcionando com um número bem reduzido, como medida necessária e preventiva até que se fosse formado um panorama real da situação. Entretanto, com a constatação de que não se tratava de uma crise sanitária momentânea, novas medidas tiveram que ser tomadas para evitar o colapso de toda estrutura comercial e educacional. A alternativa para o sistema educacional foi o ensino remoto, que através de tecnologias, o professor apresenta sua aula usando ferramentas como google meet, google sala de aula, zoom, dentre muitos outros. Esse trabalho traz uma pesquisa sobre a satisfação dos alunos durante o ensino remoto. A partir dos dados, foi possível perceber a falta de preparo por partes das instituições de ensino, bem como dos professores, já que houve pouquíssimo tempo para adaptação, o que ocasiona diversos problemas como: aumento na carga horária, falta de estrutura e equipamentos para realização de uma boa aula remota, má adaptação ao novo sistema devido à falta de tempo para uma boa capacitação, sem contar com os problemas psicológico que a situação ocasiona. Em contrapartida, observamos que essa situação pandêmica acarretou no adiantamento de processos em relação às estruturas tecnológicas do sistema educacional que eram previstas apenas para alguns anos mais a frente, por tanto, apesar de todas dificuldades aparentes é certo que algo positivo pode ser retirada de toda essa situação.pt_BR
dc.description.sponsorshipTrabalho não financiado por agência de fomento, ou autofinanciadopt_BR
dc.languageporpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal Rural do Semi-Áridopt_BR
dc.publisher.departmentCentro de Ciências Exatas e Naturais - CCENpt_BR
dc.publisher.countryBrasilpt_BR
dc.publisher.initialsUFERSApt_BR
dc.relation.referencesSantiago, Deymisson de Sousa. As dificuldades do ensino remoto no ensino superior. 2021. 09 f. Centro de Ciências Exatas e Naturais, Universidade Federal Rural do Semi-Árido, Mossoró, 2021.pt_BR
dc.rightsAcesso Abertopt_BR
dc.rights.urihttps://creativecommons.org/licenses/by-sa/4.0/*
dc.subjectPandemiapt_BR
dc.subjectEADpt_BR
dc.subjectensino remotopt_BR
dc.subject.cnpqCNPQ::CIENCIAS EXATAS E DA TERRA::CIENCIA E TECNOLOGIApt_BR
dc.titleAs dificuldades do ensino remoto no ensino superior.pt_BR
dc.typeTrabalho de Conclusão de Cursopt_BR
dc.rights.licenseCC-BY-SApt_BR
dc.type.subtypeArtigopt_BR
Appears in Collections:Ciência e Tecnologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
DeymissonSS_ART.pdf842.18 kBAdobe PDFThumbnail
View/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons