Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufersa.edu.br/handle/prefix/851
metadata.dc.type: Dissertação
Title: Tecnologias leves na experiência do programa rede de oficinandos na saúde da Ufersa, em Mossoró – RN
metadata.dc.creator: Lima , Lia Rodrigues Lessa de
metadata.dc.contributor.advisor1: Demoly, Karla Rosane do Amaral
metadata.dc.contributor.referee1: Fontenelle, Maria Aridenise Macena
metadata.dc.contributor.referee2: Francisco, Deise Juliana
metadata.dc.description.resumo: Este trabalho analisa como uma instituição de saúde mental, o CAPSi na cidade de Mossoró no Rio Grande do Norte acolhe e sustenta o fazer do Programa Rede de Oficinandos na Saúde, uma ação de extensão universitária que vem sendo implementada neste centro desde fevereiro de 2012. Esta ação configura um elo paradigmático da rede que surgiu a partir da Reforma Psiquiátrica e da Luta Antimanicomial. Buscamos compreender o percurso histórico desta ação, a concepção da sua metodologia como produção de tecnologia leve em saúde, alternativa de acolhimento, cuidado e atenção em saúde mental. O quadro teórico que subsidia a análise conta especialmente com os estudos de Amarante, Foucault e Balman no que se referem às instituições, exercícios de poder-saber e à luta antimanicomial. Maturana e Varela subsidiam nossa análise sobre modos de observar o viver e sobre como acontecem as transformações cognitivas na experiência humana. Sobre o Programa Rede de Oficinandos na Saúde, contamos com os estudos de Maraschin que é a pesquisadora brasileira que deu início a esta experiência em Porto Alegre – RS, orientando diferentes pesquisas que interagem com o trabalho do Oficinando em Rede na capital gaúcha. O método que empregamo é intitulado metodologia da primeira pessoa com ênfase na escuta de autonarrativas dos sujeitos participantes, como narrativas presentes em áudios e vídeos produzidos em diferentes momentos da experiência da pesquisa. A escuta sensível é empregada como modo de aceder às recorrências e às diferenças presentes nas formas de acolhimento de um programa cujo propósito é fortalecer as práticas de promoção da saúde mental de crianças, jovens e familiares atendidos na instituição CAPSi. Como resultado final da pesquisa explicamos como uma metodologia que caminha de acordo com as Políticas de Saúde Mental é acolhida na instituição e, deste modo, trazemos subsídios para nossa reflexão sobre as tecnologias leves em saúde mental
Abstract: This search aims to understand how the institution of the CAPSi in the city of Mossoró, located in the state of Rio Grande do Norte, welcomes and supports the making of the Programa Rede de Oficinandos na Saúde, a university extension action that has been implemented in this center since february 2012. This action constitutes a paradigmatic link of the network that emerged from the Psychiatric Reform and the Antimanicomial Struggle. We seek to understand the historical course of this action, the conception of its methodology as an alternative of care and attention in mental health, the transformations and disruptions that the action promotes in the environment and in the scenario constituted of professionals, family, children and teenagers , as well as the modes of coupling of this action by the institution management. The theoretical framework that supports the analysis counts especially on the studies of Amarante, Foucault, Maturana, Varela, Balman and Maraschin, among others. The method that we will use in the analysis is the intervention research and the methodology that we will adopt is entitled first person methodology with emphasis on listening to the self-authoring of the participants and forms of authorship, such as narratives present in the researcher's personal journals and videos, which were authorized and hosted in this Psychosocial Care Center as a way of access information. As results we explain how a methodology that is conducted according to Federal Mental Health Policies is welcomed in the institution and, thus, provide subsidies for our reflection on the use of light technologies as an alternative methodology of care in mental health
Keywords: Reforma psiquiátrica
Ambiente sensível
Pesquisa intervenção
Tecnologias leves
Psychiatric reform
Sensitive environment
Intervention research
Light technologies
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS AMBIENTAIS
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal Rural do Semi-Árido
metadata.dc.publisher.initials: UFERSA
metadata.dc.publisher.department: Centro de Ciências Sociais Aplicadas e Humanas - CCSAH
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-graduação em Ambiente, Tecnologia e Sociedade
Citation: Citação com autor incluído no texto: Lima (2018) Citação com autor não incluído no texto: (LIMA, 2018)
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
URI: http://repositorio.ufersa.edu.br/handle/prefix/851
Issue Date: 27-Feb-2018
Appears in Collections:MESTRADO EM AMBIENTE, TECNOLOGIA E SOCIEDADE

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
LiaRLL_DISSERT.pdf1.2 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.