Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufersa.edu.br/handle/tede/641
metadata.dc.type: Dissertação
Title: Salinidade, temperatura e petróleo na resposta fisiológica de sementes de Poincianella pyramidalis (Tul.) L. P. Queiroz
metadata.dc.creator: Nogueira, Dayanne Támela Soares
metadata.dc.contributor.advisor1: Maia, Celsemy Eleutério
metadata.dc.contributor.advisor-co1: Sousa, Danielle Marie Macedo
metadata.dc.contributor.referee1: Morais, Elis Regina Costa de
metadata.dc.contributor.referee2: Sousa, Danielle Marie Macedo
metadata.dc.description.resumo: Durante o processo de germinação, a absorção de água pelas sementes é fundamental na retomada das atividades metabólicas, e todos os fatores que controlam os eventos fisiológicos envolvidos no processo germinativo sofrem influência da temperatura. Nesse processo também é válido observar o grau de tolerância das sementes à salinidade, e à contaminantes como o petróleo. Poincianella pyramidalis é endêmica da Caatinga e comumente indicada para recuperação de áreas degradadas. Este trabalho tem como objetivo analisar a tolerância dessa espécie à diferentes condutividades elétricas e temperaturas durante seu processo de embebição de água e germinação, bem como sua tolerância a diferentes tempos de imersão em petróleo. O experimento de absorção foi desenvolvido sob o delineamento inteiramente casualizado em esquema fatorial 5 x 7 x 3, sendo 5 salinidades, 7 temperaturas e 3 repetições. As sementes foram pesadas em diversos períodos de tempo até a estabilização da curva de absorção. O experimento de germinação foi desenvolvido utilizando as sementes provenientes do teste de absorção de água, desenvolvido sob o delineamento inteiramente casualizado em esquema fatorial 5 x 5 x 3, sendo 5 salinidades, 5 temperaturas e 3 repetições. As avaliações da germinação foram efetuadas diariamente até a estabilização da mesma. O experimento com petróleo foi desenvolvido sob o delineamento inteiramente casualizado em esquema fatorial 5 x 4, sendo 5 tratamentos e 4 repetições. Os períodos de tempos de imersão em petróleo empregados foram de 0 ; 5 ; 60; 720 e 1440 minutos. Durante o processo de absorção de água, o aumento da CE ocasionou a redução da AAmáx e da TAAmáx, e o aumento da temperatura provocou redução apenas no tAA50%. No processo de germinação, o aumento da CE ocasionou decréscimo na Gmáx e aumento no tG50%, enquanto que o aumento da temperatura interferiu positivamente até 27°C na Gmáx e na TGmáx, porém, reduziu o tG50%, e o tTGmáx. O petróleo afetou negativamente as sementes, reduziu a Emáx e a TEmáx, enquanto que o t.E50%, e o t.TEmáx foram prolongados
Abstract: During the process of germination, water absorption by the seeds is crucial in the recovery of metabolic activity, and all the factors that control the physiological events involved in the germination process are influenced by temperature. This process is also worth noting the degree of tolerance of seeds to salinity, and contaminants such as oil. Poincianella pyramidalis is endemic to the Caatinga and commonly indicated for recovery of degraded areas. This work aims to analyze the tolerance of this species to different electrical conductivities and temperatures during their soaking process water and germination, as well as their tolerance for different times of immersion in oil. The experiment absorption was developed under a completely randomized design in a factorial 5 x 7 x 3, 5 salinities, temperatures 7 and 3 repetitions. The seeds were weighed at various periods of time until the stabilization of the absorption curve. The germination experiment was conducted using the seeds from the water absorption test, developed under a completely randomized design in a factorial 5 x 5 x 3, 5 salinities, temperatures 5 and 3 repetitions. The germination evaluations were performed daily until the stabilization of the same. The experiment oil was developed under a completely randomized design in a factorial 5 x 4, 5 treatments and 4 repetitions. The periods of immersion times oil employed were 0; 5; 60; 720 and 1440 minutes. During the process of water absorption, the increase of EC caused a reduction of AAmax and TAAmáx, and the temperature increase caused reduction only tAA50%. In the process of germination, the increase of EC resulted in decreased Gmáx and increased TG50%, while increasing temperature had a positive influence to 27°C at Gmax and TGmax, however, reduced the TG50%, and t.TGmax. The oil seed negatively impacts, reduced Emax and TEmax, while t.E50% and t.TEmax were prolonged
Keywords: Floresta seca
Absorção de água
Germinação
Dry forest
Water absorption
Germination
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal Rural do Semi-Árido
metadata.dc.publisher.initials: UFERSA
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-graduação em Ecologia e Conservação
Citation: NOGUEIRA, Dayanne Támela Soares. Salinidade, temperatura e petróleo na resposta fisiológica de sementes de Poincianella pyramidalis (Tul.) L. P. Queiroz. 2016. 78 f. Dissertação (Mestrado) - Curso de Pós-graduação em Ecologia e Conservação, Universidade Federal Rural do Semi-Árido, Mossoró, 2016.
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
URI: http://repositorio.ufersa.edu.br/handle/tede/641
Issue Date: 20-May-2016
Appears in Collections:MESTRADO EM ECOLOGIA E CONSERVAÇÃO

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
DayanneTSN_DISSERT.pdf1.31 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.