Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufersa.edu.br/handle/tede/656
metadata.dc.type: Dissertação
Title: Densidade do gastrópode invasor Melanoides tuberculata (Müller, 1774) associado às macrófitas aquáticas Egeria densa e Chara indica
metadata.dc.creator: Medeiros, Eudilena Laurindo de
metadata.dc.contributor.advisor1: Silva, Gustavo Henrique Gonzaga da
metadata.dc.contributor.referee1: Martins, Inês Xavier
metadata.dc.contributor.referee2: Dantas, Iron Macedo
metadata.dc.description.resumo: Nos últimos anos os estudos sobre moluscos invasores vêm se tornando cada vez mais importantes em decorrência dos impactos que esses organismos causam ao ambiente, a economia e a saúde do ser humano. Neste contexto, o objetivo do presente trabalho foi verificar a influência da macrófitas aquáticas Egeria densa e Chara indica sobre a densidade do molusco invasor Melanoides tuberculata. O estudo foi desenvolvido no reservatório de Santa Cruz, Apodi, semiárido brasileiro, nos meses de setembro/2013 e abril/2014. Nestes meses foram selecionadas aleatoriamente quatro áreas dentro de um banco da macrófita E. densa, quatro áreas de um banco da macrófita C. indica e quatro áreas sem a ocorrência de E. densa e C. indica. Com o auxílio de um coletor circular com 15,7 cm de diâmetro foram coletas amostras de ambas as espécies vegetais e de molusco para a determinação da densidade do gastrópode. As variáveis físicas e químicas da água foram obtidas com um multisensor de variáveis limnológicas em cada ponto de coleta. Também foram coletados fragmentos das macrófitas para determinação da complexidade do habitat. Os resultados mostraram que no mês de Setembro/2013 a densidade média do molusco M. tuberculata no banco da Chara indica (9729,6 ind.m-2) foi significativamente superior à densidade do molusco no banco de Egeria densa (2279,3 ind.m-2) e a densidade das regiões sem macrófitas (455,8 ind.m-2). Já no mês de abril/2014, as densidades nos bancos de C. indica e E. densa não apresentarem diferenças significativas com valores de 8891,7 ind.m-2 e 7971,3 ind.m-2 respectivamente, porém ambas densidades foram significativamente superiores da região sem macrófitas. Conclui-se por tanto que a presença da C. indica foi importante para as altas densidades do molusco no mês de Setembro/2013, porém no mês de Abril/2014, tanto a C. indica, quanto a E. densa foram importantes para as elevadas densidades do molusco invasor M. tuberculta
Keywords: Molusco
Complexidade de Habitat
Reservatório de Santa Cruz-Apodi
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS BIOLOGICAS
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal Rural do Semi-Árido
metadata.dc.publisher.initials: UFERSA
metadata.dc.publisher.program: Programa de Pós-graduação em Ecologia e Conservação
Citation: MEDEIROS, Eudilena Laurindo de. Densidade do gastrópode invasor Melanoides tuberculata (Müller, 1774) associado às macrófitas aquáticas Egeria densa e Chara indica. 2015. 59 f. Dissertação (Mestrado) - Curso de Pós-graduação em Ecologia e Conservação, Universidade Federal Rural do Semi-Árido, Mossoró, 2015.
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
URI: http://repositorio.ufersa.edu.br/handle/tede/656
Issue Date: 27-Feb-2015
Appears in Collections:MESTRADO EM ECOLOGIA E CONSERVAÇÃO

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
EudilenaLM_DISSERT.pdf1.04 MBAdobe PDFThumbnail
View/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.