Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufersa.edu.br/handle/prefix/2397
metadata.dc.type: Trabalho de Conclusão de Curso
Title: Mapeamento de áreas produtoras de sal do Rio Grande do Norte
metadata.dc.creator: Lima, Vanessa Karen Pereira de
metadata.dc.contributor.advisor1: Fernandes, Rogério Taygra de Vasconcelos
metadata.dc.contributor.referee1: Cunha, Enai Taveira da
metadata.dc.contributor.referee2: Costa, Maristélio da Cruz
metadata.dc.contributor.referee3: Soares, Girliany Santiago Soares
metadata.dc.description.resumo: O sal é considerado um recurso natural renovável, de mesma forma que a água, o mesmo é classificado como o primeiro tempero da sociedade. No entanto, é um produto que se torna abundante, o mesmo já foi tido como um tipo de mercadoria preciosa e contemplado por várias civilizações. Atualmente, se tornou a causa de muitas repercussões, no caso econômicas e crises na sociedade, sendo extraído normalmente por meio, da extração mineira de rochas que contém cloro sódico e extraído principalmente por evaporação da água marinha. Com relação a produção de sal, o estado do Rio Grande do Norte (RN) é considerado o maior produtor de sal do Brasil, com média de 95% da produção de sal do pais. O presente trabalho tem como principal objetivo mapear e caracterizar as principais salinas do Rio Grande do Norte, identificando a quantidade de suas áreas produtivas e seu porte podendo ser industrial ou tradicional/artesanal, pois é certa a importância do sal e de sua produção no RN. Para isso foi utilizado como forma de auxílio para localização e mapeamento das salinas, o Google Earth, um programa de computador com base de dados em modelo tridimensional do globo terrestre, também foi realizado um estudo para a determinação do porte das salinas, no caso os tipos de salinas, onde temos as salinas artesanais e as industriais. Os resultados obtidos resultaram em uma análise mais completa e especifica sobre a zona produtora de sal do estado e suas especificações. Com o estudo realizado se obteve o mapeamento e caracterização de 27 salinas na zona estuarina do Rio Grande do Norte, onde o principal tipo de porte é o médio e o com relação a município que faz parte da zona estuarina, o município de Mossoró conta com maior parte da capacidade produtiva do estado.
Abstract: Salt is considered a natural renewable resource, just like water, it is classified as the first seasoning of society. However, it is a product that becomes abundant, the same has already been considered as a kind of precious commodity and contemplated by various civilizations. Nowadays, it has become the cause of many repercussions, in the economic case and crises in the society, being extracted usually by means of the mineral extraction of rocks containing sodium chlorine and extracted mainly by evaporation of marine water. Regarding salt production, the state of Rio Grande do Norte (RN) is considered the largest salt producer in Brazil, with an average of 95% of the country's salt production. The main objective of this work is to map and characterize all the salt mines of Rio Grande do Norte, identifying the quantity of their productive areas and their size, being industrial or traditional / artisanal, since the importance of salt and its production in RN is certain . For this, it was used as a form of aid for localization and mapping of salinas, Google Earth, a computer program with database in three-dimensional model of the terrestrial globe, a study was also carried out to determine the size of salinas, in case the types of salt pans, where we have the artisanal and industrial salinas. The results obtained resulted in a more complete and specific analysis on the salt producing area of the state and its specifications. The study carried out the mapping and characterization of 27 salinas in the estuarine zone of Rio Grande do Norte, where the main type is the medium size and the one with respect to the municipality that is part of the estuarine zone, the municipality of Mossoró counts on of the state's productive capacity.
Keywords: Salinas
Zona estuarina
Capacidade produtiva
Porte
Mapping
Estuarine zone
Productive capacity
Postage
metadata.dc.subject.cnpq: CNPQ::CIENCIAS EXATAS E DA TERRA
metadata.dc.language: por
metadata.dc.publisher.country: Brasil
Publisher: Universidade Federal Rural do Semi-Árido
metadata.dc.publisher.initials: UFERSA
metadata.dc.publisher.department: Centro Multidisciplinar de Angicos
Citation: Lima(2018) (LIMA, 2018)
metadata.dc.rights: Acesso Aberto
URI: http://repositorio.ufersa.edu.br/handle/prefix/1935
http://repositorio.ufersa.edu.br/handle/prefix/2397
Issue Date: 14-Mar-2019
Appears in Collections:Ciência e Tecnologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
VanessaKPL_MONO.pdf10.73 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.